Ir para o conteúdo

Prefeitura de Penápolis / SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Domingo, 03 de Dezembro de 2023
Prefeitura de Penápolis / SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JUL
25
25 JUL 2021
ESPORTE
Prefeitura faz acordo de cooperação com Comitê Paralímpico
Foto Noticia Principal Grande
A iniciativa visa promover colaboração técnica e intercâmbio de informações, experiências e tecnologias
enviar para um amigo
receba notícias
A Prefeitura de Penápolis assinou recentemente um acordo de cooperação de 18 meses com o Comitê Paralímpico Brasileiro. O objetivo é promover colaboração técnica e intercâmbio de informações, experiências e tecnologias, além de contribuir para a melhoria da gestão pública municipal.
Por meio deste acordo de cooperação, foi viabilizada a participação de profissionais do município junto ao curso de capacitação EAD (Ensino à Distância) “Movimento Paralímpico: Fundamento Básico do Esporte”. O curso será realizado de forma virtual, por meio de uma plataforma específica. 
Para tratar do assunto, na última quarta-feira (21) o prefeito Caique Rossi, o secretário municipal de Educação, José Carlos Pansonato Alves (Zeca), e o secretário municipal de Esporte, Lazer e Juventude, Leandro Perez, receberam representantes da rede pública e particular de ensino. No encontro, ocorrido no Paço Municipal, foram expostos os aspectos dessa parceria e as formas de participação da comunidade, especialmente no que se trata dessa capacitação na plataforma virtual.
Também participou da reunião o vereador Professor Bruno César, que segundo relatou o prefeito Caique Rossi, foi responsável por apresentar ao município as possibilidades existentes para parcerias com o comitê.
“Agradecemos ao vereador Professor Bruno César por nos apresentar o trabalho maravilhoso do Comitê Paralímpico, e por nos trazer a proposta deste acordo de cooperação. Bruno trabalha no setor educacional e é grande entusiasta desse movimento de divulgação do desporto paralímpico junto à rede escolar”, informou o prefeito.
“Junto conosco, o vereador tem articulado a união dos profissionais da educação para participação no curso de capacitação ofertado gratuitamente neste modelo à distância”, acrescentou.

Capacitação
O curso de fundamento básico do esporte paralímpico é voltado aos professores de Educação Física das escolas municipais, estaduais e particulares, tendo 46 horas, dividido em 6 módulos. Ele está disponível na plataforma de ensino à distância do Ministério da Educação, o AVAMEC. Este ambiente online, além de gratuito, permite que o professor acesse o conteúdo a qualquer hora, pelo computador, celular ou tablet. O certificado será enviado pela Universidade Federal de Uberlândia. Cada participante terá 60 dias para concluir o curso.
No conteúdo estão questões como os esportes na Base Nacional Comum Curricular (BNCC), história e estrutura do Esporte Paralímpico, Comitê Paralímpico Brasileiro, tipos de deficiência elegíveis, aspectos gerais da classificação esportiva, e o esporte Paralímpico na escola.

Festival
O secretário municipal de Educação, professor Zeca Pansonato, incentivou a participação de todas as unidades do município, solicitando a indicação de representantes até o dia 10 de agosto. Ele destacou ainda que há possibilidade do município sediar um Festival Paralímpico no próximo dia 04 de dezembro. 
“Há uma boa possibilidade, e tudo vai depender da adesão e envolvimento da rede escolar do município nessa capacitação. Estamos dispostos a colaborar e a trazer esse evento para nossa cidade, beneficiando não só os alunos PCD, mas todos os estudantes de modo geral, tendo em vista que a inclusão social não comporta a separação de pessoas”, enfatizou Zeca.
“Se obtivermos um bom engajamento das escolas, nada impedirá que futuramente possamos, além de sediar o festival, pleitear um centro de referência para difusão do esporte voltado a pessoas com deficiência, no contexto escolar”, concluiu o professor.
Segundo o IBGE, cerca de 45 milhões de brasileiros possuem algum tipo de deficiência, e para que haja uma sociedade mais inclusiva é fundamental que sejam fomentadas iniciativas de respeito e empatia aos jovens desde o ambiente escolar.

Secom – PMP
Seta
Versão do Sistema: 3.3.8 - 08/11/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia