Ir para o conteúdo

Prefeitura de Penápolis / SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Sábado, 02 de Dezembro de 2023
Prefeitura de Penápolis / SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
JAN
26
26 JAN 2023
SAÚDE
Combate à dengue: Calor e chuva pedem mais cuidados com criadouros do Aedes aegypti
Foto Noticia Principal Grande
Cuidados com água parada são fundamentais para controle da dengue
enviar para um amigo
receba notícias
Neste período de verão, quando o calor é intenso e as chuvas frequentes, o risco de acúmulo de água nos imóveis é maior, tendo como consequência o ambiente adequado para reprodução do mosquito Aedes aegypti, que é o transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela. Por conta deste cenário, a Secretaria Municipal de Saúde de Penápolis tem intensificado as atividades de combate ao mosquito, alertando também a população para colaborar com ações preventivas.
Para conter o aparecimento de casos positivos, o Serviço de Vigilância Epidemiológica realiza diversas ações. Entre elas está a contratação, de forma temporária, de 9 Apoiadores de Combate à Dengue; eles fazem o trabalho de visita, orientação e remoção de criadouros.
O serviço ainda promove a realização de controle de criadouros ao redor de 150 metros ao redor de todos os casos positivos de dengue. Outra atividade da Vigilância Epidemiológica é a promoção de palestras em unidades de saúde, e em breve nas escolas, com o início do ano letivo. Nestas palestras é feita a orientação da população quanto aos cuidados para evitar criadouros de pernilongos.
Também são feitas visitas quinzenais em pontos estratégicos do município, como ferro velho, oficinas, borracharias, empresas de compra e venda de materiais recicláveis, entre outros. Já nos imóveis especiais (creches, escolas, hospitais, unidades de saúde) a visita é mensal.
O setor efetua os atendimentos de solicitações feitas na Ouvidoria e reclamações da população com denúncias de problemas relacionados a criadouros de pernilongos, casas abandonadas ou desabitadas e casas de imobiliárias; este trabalho é realizado pelos Agentes de Combate às Endemias da Vigilância Epidemiológica.
Ainda existe o acompanhamento de casos de residências com problemas crônicos encontrados pelos Agentes Comunitários de Saúde em visitas de rotina, por sua vez, enviados à Vigilância Epidemiológica.
 
LIRAa
A respeito do LIRAa (Levantamento Rápido de Índices para o Aedes aegypti), a Secretaria Municipal de Saúde informou que o mesmo ocorre a cada três meses, conforme datas pré determinadas pelo Ministério da Saúde.
Neste mês de janeiro o LIRAa – método que permite o conhecimento de forma rápida, por amostragem, da quantidade de imóveis com recipientes contendo larvas do mosquito – está em andamento, previsto para terminar no próximo dia 31.
Esse levantamento está programado para ser feito, ao longo do ano, nos meses de janeiro, abril e outubro. A avaliação orienta o planejamento das ações de controle e permite uma análise da situação de infestação do mosquito.
 
Casos
O município de Penápolis registrou em todo o ano de 2022 um total de 3.196 casos positivos de dengue, e 05 óbitos decorrentes da doença. No ano anterior, em 2021, foram confirmados 57 casos positivos e 01 óbito. Já neste ano de 2023, de 1º a 25 de janeiro, houve duas notificações, sendo uma negativa e outra aguardando resultado.
O Serviço de Vigilância Epidemiológica ressalta que é fundamental que toda a população se mobilize e se una nesta tarefa de prevenção, eliminando possíveis criadouros nas suas residências.
 
Cuidados
Para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, é fundamental o envolvimento de todos os segmentos da sociedade.
“Se cada munícipe investir 10 minutos, duas a três vezes por semana para procurar água parada em sua residência, estará dando uma contribuição fundamental para si, para seus familiares e para toda a comunidade”, afirmou o encarregado da Vigilância, Marco Antonio Braz de Souza.
“É preciso inspecionar ralos externos e internos, banheiros em desuso, calhas, bandeja de geladeira, bebedouros de animais, e todos os locais que podem armazenar água. Só assim, conseguiremos manter as doenças sob controle em nossa cidade”, destacou.

Saiba como eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti:

- Mantenha a caixa da água bem fechada. Coloque também uma tela no ladrão da caixa;

- Mantenha as calhas sempre limpas, evitando o acúmulo de folhas e galhos que possam impedir o escoamento da chuva;

- Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;

- Mantenha lixeiras bem tampadas;

- Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;

- Preencha pratos de vasos de plantas com areia;

- Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;

- Os vasos sanitários fora de uso ou de uso eventual dever ser tampados e verificados semanalmente;

- As bandejas de geladeira também podem acumular água, fique atento;

- Pneus devem ser acondicionados em locais cobertos;

- Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa;
 
- Nos cemitérios também é preciso cuidado: retirar embalagens plásticas de vasos de flores naturais, já que podem acumular água parada. No caso de vasos fixos as pessoas devem depositar apenas flores artificiais, colocando areia até a borda superior. É preciso ainda providenciar furos no fundo dos recipientes para escoamento de águas que por ventura se acumularem.
 
Secom – PMP
Seta
Versão do Sistema: 3.3.8 - 08/11/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia