Ir para o conteúdo

Prefeitura de Penápolis / SP e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Penápolis / SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
28
28 SET 2021
ADMINISTRAÇÃO
Prefeitura lança cartilha contra Fake News
enviar para um amigo
receba notícias
PROCESSANDO ÁUDIO
Devido à grande velocidade de propagação e transmissão de informação, principalmente nas redes sociais, as chamadas fake news, ou notícias falsas, têm se alastrado em progressão assustadora, gerando desinformação e interferindo negativamente em vários setores da sociedade, como política, saúde, segurança, educação entre outras áreas.
Sendo assim, com o objetivo de orientar as pessoas sobre o que são as fake news e o dano causado por elas, a Prefeitura de Penápolis, por meio da Comissão de Compliance e Transparência lançou a “Cartilha contra Fake News”. O material está disponível para consulta e download gratuito no site oficial da prefeitura (www.penapolis.sp.go.vbr), no menu “Arquivos Úteis”. 
Durante todo o mês de setembro, a Secretaria Municipal de Comunicação também realizou uma Campanha de Combate à Fake News, com divulgação nos jornais locais, site e redes sociais da prefeitura. 
De acordo com o coordenador da Comissão de Compliance e organizador da Cartilha, Pedro Paulo Fernandes Silva, o material aborda os principais pontos sobre as fake news. “A cartilha possui diversos tópicos explicativos como por exemplo, o que são fake news, como elas se caracterizam, como fazer para combater as fake news”, comentou Pedro Fernandes. 

Crime
Ele ainda ressaltou que fake news é crime e pode até causar a morte. Além de provocar pânico ou tumulto, as Fake News também podem configurar crimes contra a honra, como por exemplo, calúnia, difamação e injúria. “Quando um indivíduo cria ou compartilha uma Fake News, pode estar cometendo crime e poderá ser condenado ao pagamento de indenização às pessoas que foram prejudicadas com aquela mentira. Quem
compartilha também é partícipe”, ressalta o organizador da cartilha. 

Combate 
A maneira mais efetiva de diminuir os impactos das fake news é compartilhando apenas aquilo que tem certeza de que é verdade. O ideal é duvidar sempre e procurar informações em outros veículos, especialmente nos conhecidos como grande mídia.
No Brasil, existem agências especializadas em checar a veracidade de notícias suspeitas e de boatos, as chamadas fact-checking, como por exemplo: Agência Lupa, Aos Fatos, Truco, UOL Confere, Boatos.org, E-farsas, entre outras. Alguns grandes portais de notícias também criaram setores para checagem de informações.
“É preciso ter mais responsabilidade ao compartilhar conteúdos. Na dúvida, não compartilhe!”, concluiu Pedro Fernandes. 

Secom – PMP
Seta
Versão do Sistema: 3.2.2 - 02/05/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia