Ir para o conteúdo

Prefeitura de Penápolis / SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Quarta-feira, 24 de Abril de 2024
Prefeitura de Penápolis / SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
NOV
25
25 NOV 2023
CULTURA
FETEP 2023: Santuário e Praça 9 de julho são palcos de espetáculos neste sábado
Foto Noticia Principal Grande
Minha casa, sua casa conta a história do palhaço Doni e a bagunça de sua casa hoje às 9h, no pátio do Santuário
enviar para um amigo
receba notícias
A programação deste sábado (25) do Festival de Teatro de Penápolis – “FETEP 2023 – Retomada e Diversidade” terá dois espetáculos teatrais. Nesta manhã, às 9h, a Cia Gentalha de Teatro apresenta a comédia “Minha casa, sua casa”, no Pátio do Santuário São Francisco de Assis. À noite, 20h30, será realizada a performance “Quero ser branca”, da Cia Obscenos, na Praça 9 de Julho.
A programação segue até domingo (26), com diversas atrações gratuitas para todas as idades. O “FETEP 2023 – Retomada e Diversidade” é uma realização da Prefeitura de Penápolis e Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e conta com importantes parcerias: Sesc Birigui; Secretaria da Cultura, Economia e Indústria Criativas do Governo do Estado de São Paulo; Amigos da Arte; Tudo Vira CultSP e Teatralogando.
 
Minha casa, sua casa
A Cia Gentalha de Teatro apresenta a comédia “Minha casa, sua casa” hoje, às 9h, no pátio do Santuário São Francisco de Assis. A classificação é livre. O espetáculo é protagonizado pelo palhaço Doni, que ao acordar no sofá de sua sala, depara-se com a bagunça acumulada por ele naquele dia e até mesmo nos dias anteriores.
Ao perceber que sua desorganização passou dos limites, Doni resolve que aquele será um dia de faxina. Mas essa tarefa que pode parecer simples para algum, se transforma em algo penoso para outros, ainda mais para um palhaço. Doni irá se esforçar para organizar a casa, afinal, minha casa é sua casa e ele não quer passar uma má impressão para as visitas.
 
Quero ser branca
Às 20h30, a Praça 9 de Julho será palco da performance “Quero ser branca”, da Cia Obscenos. O espetáculo tem classificação livre e recebe apoio do Sesc Birigui. Em caso de chuva, o espetáculo será transferido para a Sala Cora Coralina (Rua Irmãos Chrisóstomo de Oliveira, 333 – Centro).
A performance discute com quantos traumas se faz um corpo estigmatizado? O que a sociedade é capaz de induzir a fazer para alcançar a aceitação? Com quanta exposição se vende um corpo? Com quanta submissão se faz comprada?
O árduo trabalho social em moldar e uniformizar seus indivíduos atravessa o corpo da artista e vazam junto com perturbações e incômodos que atravessaram o tempo, a cultura e o espaço. Usa a arte para exibir as revoltas e transtornos, a personificação dos aspectos que a sociedade branca ainda reprime. A não escuta e a não percepção distorcida no olhar. Se um corpo é múltiplo, o espaço a ser ocupado não deve ser limitado.
 
Secom – PMP
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia