Ir para o conteúdo

Prefeitura de Penápolis / SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Quarta-feira, 06 de Dezembro de 2023
Prefeitura de Penápolis / SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
22
22 SET 2023
AGRICULTURA
DAEP
OBRAS
TRÂNSITO E MOBILIDADE URBANA
Servidores municipais fazem capacitação sobre gasoduto Bolívia-Brasil
Foto Noticia Principal Grande
Capacitação abordou diversos aspectos técnicos do gasoduto sob o solo penapolense
enviar para um amigo
receba notícias
A Prefeitura de Penápolis realizou no último dia 15, uma capacitação técnica com secretários e servidores municipais sobre o Gasoduto Bolívia-Brasil, que passa pelo município de Penápolis. A capacitação foi ministrada pelos técnicos Luiz Henrique Picoli e Edewander Martins, da TBG – Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil S/A, empresa proprietária e operadora do Gasoduto Bolívia-Brasil, em solo brasileiro.
O prefeito Caique Rossi acompanhou o início da capacitação que contou com a participação de funcionários representantes da Secretaria de Obras e Serviços; Secretaria de Agricultura, Abastecimento e Meio Ambiente; Secretaria de Trânsito e Mobilidade Urbana, além de representantes da Defesa Civil; Daep (Departamento Autônomo de Água e Esgoto de Penápolis) e CIRL (Consórcio Intermunicipal Ribeirão Lajeado).
Segundo comentou o secretário de Trânsito e Mobilidade Urbana, Daniel Rodrigueiro, que também é coordenador da Defesa Civil em Penápolis, a capacitação abordou os requisitos técnicos do gasoduto Bolívia-Brasil, como por exemplo: o percurso que ele faz em Penápolis, a espessura e diâmetro da tubulação, a pressão do gás, a quantos metros de profundidade a tubulação está aterrada, entre outros aspectos.
Além disso, de acordo com Rodrigueiro, os profissionais da TBG também orientaram os servidores municipais sobre quais providências tomar em caso de acidente ou incidente envolvendo o gasoduto. “Recebemos ainda informações técnicas e contatos telefônicos de responsáveis da TBG que devem ser acionados em caso de possíveis acidentes ou incidentes que possam envolver o gasoduto”, completou.
O Gasoduto Brasil-Bolívia possui extensão de 3.150 quilômetros (de Santa Cruz de La Sierra/Bolívia até Porto Alegre/Brasil). Ele atravessa 86 municípios paulistas, num trecho de 528 km. Dentre as três estações de compressão, uma está instalada em Penápolis, devido à sua localização estratégica e outros aspectos técnicos.
 
Secom – PMP
Seta
Versão do Sistema: 3.3.8 - 08/11/2023
Copyright Instar - 2006-2023. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia