Ir para o conteúdo

Prefeitura de Penápolis / SP e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Quarta-feira, 17 de Abril de 2024
Prefeitura de Penápolis / SP
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
FEV
28
28 FEV 2024
SAÚDE
Combate à dengue: Eliminação de criadouros é principal estratégia para prevenção
enviar para um amigo
receba notícias
A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Penápolis faz um alerta à população sobre os cuidados para conter a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya. A principal estratégia para conter o avanço da doença é eliminar os criadouros dos mosquitos, descartando todo o material que possa acumular água.
Segundo dados do Serviço de Vigilância Epidemiológica, até o dia 26 de fevereiro, Penápolis registrou seis casos positivos de dengue. Outras 27 pessoas aguardam o resultado de exame. O secretário de Saúde, o médico Luiz Washington Bozzo Nascimento Filho, enfatizou que, no momento, a cidade registra poucos casos, quando comparado a outros municípios.
“Esse é o momento ideal para que toda a sociedade se comprometa no combate ao mosquito Aedes aegypti, para evitar uma epidemia da dengue, como já acontece em diversas cidades do país. A principal estratégia para isso é a eliminação dos criadouros”, destacou.
“Cada morador deve se comprometer em cuidar do seu quintal, fazer uma vistoria semanal em todo o material que possa acumular água, verificar ralos, vasos de plantas, banheiros pouco utilizados. É uma medida fácil e simples, mas precisamos contar com a colaboração de todos os moradores”, alertou o secretário.
Ainda segundo o secretário de Saúde, os vírus circulantes no município são do sorotipo 1 e 2. “São sorotipos que já circulam no país há anos e por isso muitas pessoas já tem uma certa proteção e imunidade. Porém, já foram registrados casos de dengue do sorotipo 3 em cidades do interior paulista”, contou Luiz Washington.
“Essa é uma preocupação, pois parte da população não tem imunidade para esse vírus da dengue tipo 3. Quanto mais sorotipos circulando, maior o risco de contrair a dengue e dos casos se gravarem. Por isso, precisamos de uma mobilização de toda a população”, acrescentou.
“Os agentes de Serviço de Vigilância Epidemiológica trabalham de forma contínua para eliminar os criadouros do mosquito Aedes Aegypti, mas contamos com a colaboração e atenção de cada morador. Cuide de sua casa, elimine os criadouros a água parada de sua residência e proteja sua família e seus vizinhos”, concluiu o secretário de Saúde, Luiz Washington.
 
Saiba como eliminar os focos do mosquito Aedes aegypti:

- Mantenha a caixa da água bem fechada. Coloque também uma tela no ladrão da caixa;
- Mantenha as calhas sempre limpas, evitando o acúmulo de folha e galhos que possam impedir o escoamento da chuva;
- Deixe garrafas sempre viradas com a boca para baixo;
- Mantenha lixeiras bem tampadas;
- Deixe ralos limpos e com aplicação de tela;
- Limpe semanalmente ou preencha pratos de vasos de plantas com areia;
- Limpe com escova ou bucha os potes de água para animais;
- Os vasos sanitários fora de uso ou de uso eventual dever ser tampados e verificados semanalmente;
- As bandejas de geladeira também podem acumular água. Fique atento;
- Pneus devem ser acondicionados em locais cobertos;
- Retire água acumulada na área de serviço, atrás da máquina de lavar roupa.
 
Secom – PMP
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia